... Edição: 2004 - Vol. 29 - N° 01 > Editorial > Índice > Resumo
 
O estudante do curso de Enfermagem e o paciente terminal: uma relação desafiadora

Silvério Costella
Alberto Manuel Quintana
.

O objetivo desse estudo foi verificar como os estudantes de enfermagem lidam com a angústia no cuidado aos pacientes terminais. Estudantes do Curso de Enfermagem do terceiro, sexto e oitavo semestre participaram desta pesquisa, realizada em duas universidades em Santa Maria/RS. Entrevistas semi-estruturadas foram designadas para explorar como os estudantes lidam com sua própria angústia, particularmente, durante o estágio. Os dados foram analisados emergindo conceitualmente cinco categorias: (1) Não há desejo de cuidar do paciente terminal; (2) A busca de preparo para cuidar; (3) Cuidado a pacientes terminais; (4) O cuidar em si é a enfermagem; (5) Preparo requer saber prático, emerge de um “saber que não se sabe”. Embora se reconheça o espaço dentro do Curso de Enfermagem para lidar com questões práticas, é no confronto pessoal com as situações de angústia que o estudante aprende a lidar com ela. A referência feita ao problema da angústia denota no estudante ainda uma precária elaboração da idéia de morte como experiência de finitude, expressa no contato com pacientes terminais. A partir desses conceitos foi possível encontrar um caminho para compreender como os estudantes lidam com conteúdos angustiantes durante o contato com os pacientes terminais.

Palavras-chave: pacientes terminais, estudante, Enfermagem.

 
Ler artigo
View abstract

.