... Edição: 2004 - Vol. 29 - N° 02 > Editorial > Índice > Resumo
 
Licenciaturas e suas modificações curriculares: as determinações legais do MEC - BR e os currículos da UFRGS

Elizabeth Diefenthaeler Krahe
.

Este texto discute o desenvolvimento dos trabalhos de reformulação curricular das licenciaturas da UFRGS, trazendo a experiência construída com a pesquisa “Modificações curriculares decorrentes da LDBEN nas licenciaturas da UFRGS” em desenvolvimento, a qual analisa de forma comparativa, as decorrências das demandas legais por reformulações na formação de professores no Brasil após a promulgação da Lei 9394/96. O referencial é construído com Bernstein, Popkewitz e Boaventura Santos, entre outros. Objetiva identificar e analisar indícios de mudanças paradigmáticas inovadoras em relação ao papel do educador expressas seja nos referenciais dos projetos de mudança, através dos desenhos das propostas de grades curriculares, das súmulas e programas previstos ou, ainda, através das expressões dos professores envolvidos, através de entrevistas. A análise está indicando a convivência atual da utilização de pressupostos progressistas, como o modelo de integração, de racionalidade prática, com propostas enraizadas numa racionalidade técnico/instrumental, traços ligados a uma sociedade conservadora ainda presentes nos currículos em estudo. Finalizamos com o relato do desenvolvimento de uma estrutura curricular, que está orientando as reformulações curriculares das Licenciaturas da UFRGS: um modelo de formação de professores elaborado por uma equipe da Faculdade de Educação (GT Licenciaturas) em colaboração com a Coordenadoria das Licenciaturas (COORLICEN).

Palavras-chave: Inovação Universitária. Formação de Professores. Currículo. Reforma Curricular.

 
Ler artigo
View abstract

.