... Edição: 2005 - Vol. 30 - N° 01 > Editorial > Índice > Resumo
 
Oficinas de Música: será a formação acadêmica necessária?

Cristiane Almeida
.

Os locais de atuação dos professores de música incluem, hoje, a escola e vários outros espaços educativos. Um deles, as oficinas de música, foi selecionado para a investigação que foi desenvolvida junto ao Programa de Pós-Graduação em Música, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Com o objetivo de caracterizar esse espaço educativo, foi realizado um survey de pequeno porte em 16 oficinas de música do Projeto de Descentralização, da Secretaria Municipal de Cultural de Porto Alegre – RS. A partir das falas dos oficineiros de música sobre as habilidades requeridas para a atuação profissional, estabeleci ligações entre os itens por eles relacionados e a formação de professores de música. Dessa forma, o referencial teórico utilizado foi o da educação não-formal. Essa modalidade de ensino inclui todas as atividades educativas que ocorrem fora da escola (GOHN, 1999; LIBÂNEO, 1999). Embora para atuar nesses espaços não seja exigida a formação acadêmica, Colom (1998b) ressalta a necessidade de formação de profissionais para atuar na educação não-formal. Foi possível inferir, a partir dos dados, que as habilidades apontadas como necessárias para compor o perfil do oficineiro revelam, também, que os licenciados podem ocupar esse espaço educativo.

Palavras-chave: Educação Musical Não-Formal. Formação de Professores de Música. Educação Não-Formal.

 
Ler artigo
View abstract

.