... Edição: 2007 - Vol. 32 - No. 02 > Editorial > Índice > Resumo
 
Ouvindo Bia e buscando novos caminhos na formação permanente de professores de matemática

Marco Antonio Modesto*

Desenvolvendo uma análise de natureza qualitativa, cujos parâmetros estão radicados na fenomenologia, apresentamos, nesse artigo, uma tentativa de buscar analisar e compreender aspectos da formação permanente (uma entre as várias denominações que, não sem polêmica, são dadas às atividades que o professor realiza depois de seu curso de graduação, conhecido como formação inicial). Nosso ponto de partida foi o estudo e a análise do depoimento de uma professora de Matemática que nos relata suas experiências de participação em cursos, seminários, workshops, e outros momentos de formação permanente, na qual estava ou esteve envolvida. Finalizamos, cotejando elementos surgidos nessa trama interpretativa com aqueles presentes na literatura atual sobre formação de professores de Matemática.

Palavras-chave: Formação Permanente de Professores. Educação Matemática. Fenomenologia.

 
* Prof. Faculdade de Tecnologia de Ourinhos, FATEC/SP.
 
Ler artigo
View abstract

.