... Edição: 2008 - Vol. 33 - No. 01 > Editorial > Índice > Resumo
 
Das infâncias plurais a uma única infância: mídias, relações de consumo e construção de saberes

Joice Araújo Esperança*
Cleuza Maria Sobral Dias**
.

No cenário contemporâneo, as relações que as crianças constroem no seu cotidiano passaram a ser intermediadas pelas experiências vividas via comunicação televisiva. Em razão disso, podemos afirmar que a mídia excede os limites do entretenimento, constituindo-se em um importante elemento formador, devido ao papel que desempenha no processo de educação. Com esse propósito, a mídia televisiva, a partir de um formato homogeneizante de programação infantil, leva crianças de várias partes do mundo a assistirem aos mesmos desenhos animados e às mesmas campanhas publicitárias. Sendo assim, passa a construir modos de ser infantil, ao interferir na maneira de pensar, sentir e desejar, nas formas de relacionamento e na construção de conceitos e valores. Nesta direção, enfocando a mídia televisiva como espaço de aprendizagem, este artigo apresenta a pesquisa desenvolvida com um grupo de crianças, com o objetivo de investigar as interações que os telespectadores infantis estabelecem com as produções televisivas. Ao identificarmos brincadeiras, desenhos e narrativas orais e escritas privilegiadas pelas crianças, constatamos que elas constroem concepções de natureza, gênero, violência e consumo sob influência dos desenhos animados e seriados, aos quais elas têm acesso. Neste texto, em especial, destacamos as reflexões suscitadas a respeito do consumo e da construção de saberes específicos entre as crianças, intermediados pelo acesso à propaganda e aos personagens das produções televisivas. Ao final, consideramos que pensar as infâncias no contexto da contemporaneidade requer considerar o predomínio da linguagem visual e o papel das corporações da mídia nas experiências extra-escolares das crianças.

Palavras-chave: Mídia Televisiva. Espaços de Aprendizagem. Culturas e Infâncias.

 
* Pedagoga e Mestre em Educação Ambiental pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (PPGEA/FURG).
** Profa. Dra. do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, da Fundação Universidade Federal do Rio Grande – FURG.
 
Ler artigo
View abstract

.