... Edição: 2008 - Vol. 33 - No. 01 > Editorial > Índice > Resumo
 
O currículo e escolas do campo: questões político-pedagógicas em superação

Clésio A. Antonio*
.

O texto discute o trabalho escolar a partir do processo de seleção, organização e ensino do conhecimento escolar, tendo como enfoque central as questões relativas ao currículo escolar em escolas do campo, pelo qual apresentam-se algumas problemáticas de ordem organizacional ao processo pedagógico. Discutimos que a organização do currículo escolar, orientado pela lógica disciplinar de organização das práticas pedagógicas, funda-se por um modelo curricular estandardizado ao trabalho escolar, com seus reflexos no ensino dos conhecimentos escolares e na organização da prática pedagógica dos professores em escolas do campo. Esse modelo é apresentado na sua origem de escolarização moderna e urbana de massa, que se expande às escolas do campo, manifestando algumas contradições à dinâmica curricular das escolas com tais especificadas contextuais. Buscamos trazer essas questões de ordem político-pedagógicas como uma contribuição às reflexões educacionais suscitadas pelo movimento “Por uma Educação do Campo”, como foro social reivindicatório de uma educação que leve em consideração a realidade sociocultural do campo. Esse movimento, portanto, é situado como um âmbito sócio-educativo para uma discussão sobre movimentos de reorganizações curriculares com escolas do campo.

Palavras-chave: Currículo Escolar. Educação do Campo. Escola do Campo

 
* Professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Mestre em Educação. Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS.
 
Ler artigo
View abstract

.